Player

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Prioridade do titular da Seintrha é retomar e iniciar mais de R$ 766 milhões em obras

Secretário se reuniu com superintendente da Caixa para
avaliar projetos em andamento
 

A prioridade do novo secretário de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Valtemir Alves de Brito, nomeado na última sexta-feira, é resolver as pendências burocráticas, equacionar junto com a Secretaria de Planejamento, Finanças e Controle, os recursos das contrapartidas para, que até o final do primeiro trimestre de 2015, estejam em andamento todas as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e o  Plano de Mobilidade Urbana. Esses projetos estão orçados no valor de R$ 766 milhões, recursos viabilizados por meio de financiamentos com recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Neste pacote também estão as obras de urbanização do  Rio Anhandui, trecho entre as ruas Santa Adélia, na Coophama  e a avenida Campestre, no Conjunto Aero Rancho.

Na quarta-feira (19),  o secretário, acompanhado do secretário-adjunto da Seplanfic, Ivan Jorge Cordeiro e de técnicos da Seintrha, se reuniu com o superintendente regional da Caixa, Paulo Antunes, quando foi feita uma avaliação do andamento das obras, elaboração dos projetos executivos e encaminhamento das licitações.

“A conversa foi produtiva, serviu para reafirmar o interesse da Prefeitura em estreitar a cooperação com a Caixa Econômica Federal que é uma grande parceria do desenvolvimento de Campo Grande”, comentou o secretário. Foi criada uma força-tarefa integrada por técnicos da Seintrha para resolver eventuais entraves,de responsabilidade da Prefeitura, que comprometam o andamento das obras. “Por orientação do prefeito, nossa prioridade é colocar estas obras em pleno andamento, até para que possamos pleitear novos recursos junto à própria Caixa”, comenta o secretário.

Alguns entraves que dependem da Prefeitura já estão equacionados. A questão das contrapartidas foi resolvida com contratação de R$ 41,9 milhões em empréstimos também junto a Caixa Econômica. As operações já foram autorizadas pela Câmara Municipal e o processo de contratação está em andamento. Deste total, R$ 8 milhões serão destinados à contrapartida das obras de urbanização dos Córregos Bálsamo, Segredo e Taquaral. Nestes projetos, o investimento previsto é de R$ 80 milhões. No Parque Linear do Bálsamo, na etapa acima da avenida Gury Marques, as obras estão mais de 70% concluídas. A Prefeitura aguarda a Águas Guariroba providenciar a mudança de uma adutora.

 Entre as responsabilidades da administração municipal, está  a remoção de algumas famílias que serão reassentadas no Residencial José Macksoud, nas Moreninhas, com previsão de ser inaugurado ainda este mês. No trecho entre a Gury Marques e a avenida Guaicurus (perto do Museu José Antonio Pereira), parte da drenagem já foi feita, está em andamento o processo de desapropriação de alguns imóveis e também haverá reassentamento de famílias que estão em área de risco.

No PAC Linear do Segredo, as obras já foram retomadas. A empreiteira concluiu o recapeamento de alguma ruas dos bairros Estrela do Sul e Jardim Imperial, que há mais de um ano estavam interditadas com as obras de drenagem. Com o reassentamento das famílias da Favela Portelinha, que foram levadas para os residenciais Gregório Corrêa e Ary Abussafi, no local onde havia barracos será aberto o prolongamento da avenida Heráclito Figueiredo, que se estenderá até a rua Marquês de Herval, abrindo uma nova opção de acesso da região do bairro Nova Lima ao centro da cidade.  Tambem  estão previstos R$ 7,230 mlhões de contrapartida do projeto da mobilidade urbana  e R$ 26,7 milhões  no Complexo Imbirussu/Segredo onde estão planejadas obras de pavimentação e drenagem em bairros da região.

 

Fonte/Autor: Flávio Paes
Foto:Marlon Ganassin

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Projeto denomina Manoel de Barros o Aquário do Pantanal



Projeto de Felipe Orro denomina Manoel de Barros o Aquário do Pantanal

 


Projeto de lei apresentado na sessão desta terça-feira (18) da Assembleia Legislativa pelo deputado Felipe Orro (PDT) denomina Poeta Manoel de Barros o Centro de Pesquisa e Reabilitação da Ictiofauna, popularmente conhecido como Aquário do Pantanal. A obra – em fase de conclusão no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande – será o maior aquário de água doce do mundo e importante centro de estudos e pesquisas da vida aquática pantaneira.

“O Aquário do Pantanal é uma obra emblemática, vai identificar Mato Grosso do Sul com o Pantanal, e Manoel de Barros é o maior poeta pantaneiro, ninguém melhor que ele cantou as belezas do Pantanal. Então acho uma justa homenagem”, disse Felipe Orro.

Em pronunciamento da Tribuna da Assembleia, Felipe Orro defendeu a iniciativa e pediu o apoio de todos os deputados para acelerar a tramitação do projeto. “Homenagear Manoel de Barros é homenagear o Pantanal”, frisou o parlamentar, referindo-se à simbiose entre o poeta e a paisagem que inspirou sua poesia e que dá substância a sua obra.

Manoel de Barros – Nascido em Cuiabá no dia 19 de dezembro de 1916, Manoel Wenceslau Leite de Barros foi levado ainda bebê pela família para uma propriedade rural em Corumbá, onde viveu os primeiros anos. Mais tarde mudou-se para o Rio de Janeiro onde se formou em Direito e onde militou na Juventude Comunista.

A poesia esteve presente em todo seu desenvolvimento, mas o primeiro poema Manoel de Barros só teria escrito aos 19 anos de idade. Versos de uma simplicidade e ao mesmo tempo de uma complexidade intrigantes foram sua marca. Foi merecedor de inúmeras homenagens, como o Prêmio Orlando Dantas, em 1960; Prêmio da Fundação Cultural do Distrito Federal, em 1969; Prêmio Nestlé, em 1997 e o Prêmio Cecília Meireles em 1998. Foi vencedor de dois prêmios Jabuti, a maior honraria da literatura nacional conferida pela Câmara Brasileira do Livro.

Vivia em Campo Grande, no Jardim dos Estados, com a esposa Stella. Morreu aos 97 anos de idade no dia 13 de novembro, em Campo Grande. Deixa a viúva, uma filha, sete netos e cinco bisnetos. Em um de seus poemas explica a paixão pela natureza que determinou a maneira peculiar com que retratou a paisagem pantaneira: “Fui aparelhado para gostar de passarinho”.

Aquário do Pantanal - O Aquário Pantanal está localizado dentro do Parque das Nações Indígenas (próximo da Avenida Afonso Pena) e será o maior aquário nacional e primeiro de porte internacional do Brasil (com padrão chamado de “Word Class Aquarium”), com 17 mil metros quadrados (90m de comprimento e 18m de altura), 16 grandes aquários dentro do prédio, além dos cinco instalados na área externa, com capacidade total de 4.275.000 litros de água e que abrigarão 263 espécies da fauna aquática. O projeto do Aquário Pantanal é do arquiteto Ruy Ohtake.


João Prestes

Santa Casa de Campo Grande alerta sobre a Chikungunya


Similar a dengue, os principais sintomas da chikungunya é a febre de 39° ou mais, mal estar, dor no corpo, dores fortes nas articulações e manchas avermelhadas pelo corpo 

A febre chikungunya é uma doença transmitida por mosquitos do gênero Aedes, sendo o Aedes aegypti, transmissor da dengue, e o Aedes albopictus os principais vetores. 
Os principais sintomas da chikungunya é a febre de 39° ou mais, mal estar, dor no corpo, dores fortes nas articulações e manchas avermelhadas pelo corpo. 
Segundo a infectologista da Santa Casa, Dra. Priscilla Alexandrino, a diferença da dengue para a febre de chikungunya é a sintomatologia. “Em geral, os sintomas da chinkungunya são mais brandos, como a febre mais baixa e menos mialgia. Outra diferença, é que a dengue tem maior letalidade, pois ela tem a forma hemorrágica, mas as dores musculares e artrite da chikungunya são mais intensas”, explica a médica. 
Ainda de acordo com a infectologista, o diagnóstico é mais difícil quando mais precoce. “A chikungunya é uma doença febril, e quando inicia a contaminação do vírus é difícil o diagnóstico. Quando suspeito, o exame deve ser feito por meio de análise clínica e exame de sangue, isso indicará que o vírus está circulando pelo corpo”, disse. 
Atualmente na Santa Casa de Campo Grande não há casos notificados e nem suspeitas da doença, mas a Dra. Priscilla alerta a população. “Ninguém está imunizado e muitas pessoas podem adquirir a chikungunya, mas por outro lado as pessoas podem ficar despreocupadas, pois o índice de letalidade é quase zero”, comenta a infectologista.

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

PIB Industrial do Estado apresenta taxa média de crescimento de 14,8%, aponta Fiems



Na comparação de 2002 com 2012, o PIB Industrial do Estado cresceu 356%, saltando de R$ 2,2 bilhões para R$ 8,3 bilhões

O PIB (Produto Interno Bruto) Industrial de Mato Grosso do Sul aumentou em 356% no período de 2002 a 2012, saltando de R$ 2,2 bilhões para R$ 10,2 bilhões, o que representa uma taxa média de crescimento nominal de 14,8% ao ano, ficando à frente de outros setores produtivos do Estado, conforme demonstra o levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Na avaliação do diretor-corporativo da Fiems, Jaime Verruck, a evolução do PIB Industrial atesta o vigor da nova matriz econômica de Mato Grosso do Sul. "A indústria vem se consolidando, atraindo ainda mais investimento, fortalecendo os negócios para as empresas já instaladas, gerando mais emprego, renda e divisas", disse, completando que a evolução do PIB Industrial nos 10 anos avaliados é um indicativo da efetiva e irreversível consolidação da diversificação da economia estadual.
O ritmo de expansão apresentado no setor industrial foi 22% maior que aquele exibido pelo conjunto da economia sul-mato-grossense (12,3% ao ano). Atualmente, a indústria responde pela segunda maior parcela da riqueza gerada em Mato Grosso do Sul, correspondente a 21,7% do total, superando os setores público e agropecuário, ficando atrás somente de serviços e comércio.

De 2012 (último ano com dado oficial disponível) até o fim de 2014, a estimativa do Radar da Fiems é de que o PIB Industrial cresça, pelo menos, mais 39%, alcançando o equivalente a R$ 14,2 bilhões. Com o crescimento estimado para o PIB Industrial até 2017, o segmento se consolidará como o 2º maior gerador de riquezas em Mato Grosso do Sul, devendo alcançar o equivalente a 26,7% do PIB total do Estado, aumento de 5 pontos percentuais em relação à participação verificada em 2012.

No comparativo nacional, Mato Grosso do Sul está entre os Estados com maior crescimento industrial no período de 2002 a 2012, aparecendo na 2ª colocação entre as unidades federativas com participação de pelo menos 1% sobre o PIB Industrial brasileiro. O ranking do crescimento industrial de 2002 a 2012 é liderado pelo Estado do Espírito Santo (+388%), seguido por Mato Grosso do Sul (+356%), Pará (+341%), Rio de Janeiro (+286%) e, fechando as cinco primeiras posições, Pernambuco (+276%).

Daniel Pedra


segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Senai oferece 1.060 vagas em 14 cursos técnicos gratuitos pelo Pronatec


Os estudantes da rede estadual devem se inscrever diretamente nas secretarias das escolas

No âmbito do Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego), o Senai está ofertando 1.060 vagas em 14 cursos técnicos de nível médio gratuitos distribuídos por Campo Grande, Corumbá, Dourados, Naviraí, Ivinhema e Três Lagoas. Os interessados devem fazer as inscrições nas Escolas Públicas Estaduais no período de 14 a 19 de novembro e os selecionados devem se matricular de 14 a 24 de novembro, sendo que o início das aulas será no dia 24 de novembro.

Segundo o diretor-técnico do Senai, Dax Peres Goulart, os 14 cursos técnicos gratuitos são açúcar e álcool, agroindústria, automação industrial, edificações, eletroeletrônica, eletromecânica, eletrotécnica, manutenção automotiva, mecânica, meio ambiente, mineração, química, segurança do trabalho e vestuário. “Os cursos são destinados aos estudantes matriculados no 2º e 3º ano do Ensino Médio nas escolas públicas estaduais. As pré-matrículas para a primeira chamada devem ser, exclusivamente, nas secretarias das escolas estaduais em que o estudante está matriculado”, afirmou.

Após efetuada a pré-matrícula, o estudante deverá realizar a confirmação imediata de matrícula nas unidades do Senai, sendo que as vagas remanescentes, após as chamadas regulares, serão destinadas ao procedimento de inscrições online pelo endereço eletrônicowww.pronatec.mec.gov.br no período de 20 a 24 de novembro. “Nesta fase, como requisito para a inscrição o candidato deve estar matriculado no Ensino Médio regular da rede pública ou privada, exceto alunos matriculados na EJA (Educação de Jovens e Adultos)”, reforçou Dax Goulart.

Em Campo Grande, estão disponibilizadas 240 vagas nos cursos de eletroeletrônica, eletrotécnica, mecânica, vestuário e automação industrial, enquanto em Corumbá são oferecidas 385 vagas nos cursos de automação industrial, eletromecânica, eletrotécnica, mecânica, meio ambiente, mineração e segurança do trabalho.

Na cidade de Três Lagoas, estão abertas 80 vagas para os cursos de edificações e química e, no município de Dourados, são 180 vagas nos cursos de agroindústria, eletrotécnica, manutenção automotiva, mecânica, química e vestuário. Para a cidade de Naviraí, são ofertadas 105 vagas nos cursos de eletrotécnica, química e segurança do trabalho e, em Ivinhema, são 70 vagas no curso de açúcar e álcool.

Serviço - Mais informações nas unidades do Senai em Campo Grande (67 - 3321-0421), Corumbá (67 - 3234-2800), Dourados (67 - 3411-2600), Naviraí (67 - 3461-2141), Ivinhema (67 - 3442-5611), e Três Lagoas (67 - 3509-5200)


segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Governo federal libera R$ 3, 7 milhões para obras em Costa Rica

 
Senador Moka com o prefeito Waldeli dos Santos Rosa, de Costa Rica

O Ministério da Integração Nacional liberou nesta segunda-feira (3) recursos que somam R$ 3.719.606,27, destinados a obras de reconstrução e recuperação de danos causados pelas chuvas de 2012 em Costa Rica.
 
A verba, liberada pela Secretaria Nacional de Defesa Civil,  representa o último repasse de um total de R$ 6.140.423,10, cujo pedido foi encaminhado junto ao Ministério da Integração pelo senador Waldemir Moka (PMDB), inclusive com o envio da documentação.
 
Os recursos começaram a ser repassados em junho do ano passado, após publicação de portaria no Diário Oficial da União. "Felizmente, chegou a última parcela e podemos concluir a obra", diz o prefeito Waldeli dos Santos Rosa, destacando a parceria de sua administração com Moka..
 
Em outubro de 2012, Costa Rica, que fica a 390 quilômetros de Campo Grande, foi atingida por fortes chuvas que causaram destruição e prejuízo ao município.
 
“Naquele momento, iniciamos uma demanda junto ao governo federal, por intermédio da Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração, que nos garantiu os recursos cujas transferências finais aconteceram hoje”, explica Moka.

Funsat continua com seleção a preencher 200 vagas na limpeza pública da Capital




A Funsat (Fundação Social do Trabalho) da prefeitura de Campo Grande está realizando desde sexta-feira e continua nesta segunda-feira (3), o cadastro para o preenchimento de 200 vagas pelo Proinc (Programa de Inclusão Profissional), destinado a trabalhadores (as) desempregados (as). As vagas são para o preenchimento imediato para a prestação de serviços, na execução de trabalhos de limpeza da vias públicas de ruas, praças e logradouros da Capital. Veja abaixo, os requisitos e documentação necessária para fazer o cadastramento para seleção as funções.

Os interessados receberão uma bolsa auxílio no valor de um salário mínimo, uma cesta básica mensal, vale-transporte, refeição diária, para exercer as atividades no atendimento de serviços de urgência de interesse da Administração Publica Municipal na execução das atividades de capina, varrição, limpeza, roçado, remoção de entulhos e conservação de logradouros públicos, realizado em jornada de trabalho de 40h/semanais.

Requisitos:

Maiores de 18 anos;
Residentes no município de Campo Grande, no mínimo por seis meses;
Com renda familiar per capital igual ou inferior a um salário mínimo;
Não estar recebendo seguro-desemprego ou qualquer outro benefício assistencial equivalente.

Documentação:

RG, CPF, Carteira de Trabalho, PIS/PASEP
Uma foto 3x4.
Comprovante de residência de água, luz, telefone
Se casado (Apresentar certidão de casamento), se convivente (RG, CPF, ou certidão de nascimento do companheiro (a) e certidão de nascimentos dos filhos, ser moradores da mesma residência (Certidão de nascimento, casamento ou RG/CPF) e reservista. Obs.: Apresentar cópia legível junto aos documentos originais.

Serviço:

Os interessados devem comparecer à Funsat, de segunda à sexta-feira, das 07h30 às 17 horas, na Avenida Eduardo Elias Zahran, 1581. Mais informações: 3314 – 5096.